quarta-feira, 11 de abril de 2012

Homenagem revive a memória de João Pedro Teixeira

A cidade de Sapé, na Paraíba, lembrou os 50 anos da morte de João Pedro Teixeira, líder das Ligas Camponesas no estado e defensor dos direitos dos trabalhadores rurais. A celebração contou com um ato público na Praça de João Pessoa, onde aconteciam as reuniões da Liga Camponesa, e com uma visita à casa de João Pedro, que agora abriga o Museu Histórico das Lutas Camponesas no Nordeste, inaugurado no dia do cinquentenário. Além de fotos, documentos e publicações importantes sobre o histórico de lutas dos trabalhadores rurais da região, o local abrigará um centro de formação para jovens e adultos camponeses. A homenagem, organizada pela ONG Memorial das Ligas Camponesas, teve participação da CPT, do MST, sindicatos, pastorais sociais, organizações sociais, universidades, e teve o apoio do Governo Estadual e Prefeitura Municipal. Elizabeth Teixeira, viúva de João Pedro, participou de toda a celebração. Para o padre Hermínio Canova, membro da CPT e pároco de Barra de Antas (PB), é preciso homenagear a coragem daqueles que se dedicaram e daqueles que ainda dedicam sua vida à luta pela Reforma Agrária. “O povo costuma dizer que não assassinaram João Pedro, e sim que plantaram uma semente”, afirma. (CPT PB). 

Um comentário:

  1. Boa Tarde,

    Gostaríamos de lhe fazer uma proposta, caso tenha interesse em conhecê-la pedimos a gentileza de que entre em contato conosco pelo e-mail divulgacao@jurua.com.br.

    Atenciosamente,
    Alex Chagas
    Juruá Editora

    ResponderExcluir